quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Poema do Basso...

Pode se tornar um quadro... depende dele!!!!


Consolo

Roubaram-te o livro .
Não foi de todo o mal.
Afinal, era sabida a derrota
Na vã luta com as palavras.

Roubaram-te o livro.
Em plena praça central
Quem roubou? Não importa .

Estavas imóvel. Assim como teu colega.
Roubaram-te o livro.
Deu no jornal.

Já não interessa o destino de teu livro.
Amanhã ninguém saberá de tuas mãos vazias.
Terás sido apenas motivo para mais esta poesia.

Enquanto isso, no silêncio da Alfândega, teu colega te consola.
Eles passarão. Tu, passarinho.

4 comentários:

taíse disse...

Parabéns, Basso! Lindo poema.
Beijos pros dois (Basso e Tiago)

Menina Ruiva disse...

Realmente o Basso escreve mto bem!

Parabéns, Basso!

Abração

Ollie disse...

Gostei disso... :)

Tiago Paixão disse...

Tá... to com ciumes!!! ehhehehehehehe