quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Amiga




Amiga Querida:


Hoje tu foi pro céu... O céu dos cães, onde não há ração, mas sim lautos pratos recheados de comidas que nossos donos comem... Lá tu vai ter espaço suficiente pra correr, pular e brincar...

Hoje tu foi pro céu... Sempre que a gente lembrar de ti, da tua doçura, vai vir no nosso coração toda alegria que tu dava pra gente... Tua era a dona do campinho e todos amavam isso...

Hoje tu foi pro céu... Fica a saudade, mas fica também a certeza de que lá tu vai ter tudo o que tu não teve aqui na terra... Aqui, tu teve o nosso amor, nosso carinho e nossa admiração....

Hoje tu foi pro céu... Foi pulando, sorrindo, chorando baixinho como sempre... Ficou a nossa dor, a nossa tristeza, mas também a lembrança de infantil inocência...

Hoje tu foi pro céu... Mas de certa forma ficasse aqui, com a tua imagem pra sempre gravada nos nossos corações.... O dia ficou triste... Mas com certeza, onde tu tiver, tu vai fazer de tudo pra nos alegrar... como sempre!


Adeus Let´s (Lisbela)

2 comentários:

Marcia disse...

Saudade!

Ollie disse...

Poxa... chorei. Eu sou uma manteiga com cães, quaisquer cães.
Sinto por ti como se fosse um ente da tua família dos que têm braços, pernas e RG. Porque ente da família é certo que é.
Muitos me condenam por ser assim, mas sabe o que é? É que eu gosto de todos os cães como regra geral. Precisaria que um demonstrasse má índole para que eu desgostasse, mas até hoje nunca aconteceu.
Já os humanos, a regra é a neutralidade. É preciso que façam algo que me conquiste e agrade para que eu venha a respeitá-los e, quem sabe, gostar deles.