segunda-feira, 9 de maio de 2011

Seriados...

Acho, de fato, que a vida poderia ser como nos seriados. Todos atingindo os seus objetivos, os bons tendo tudo o que querem e os problemas e traumas se resolvendo no espaço de um episódio.
São Poucos os seriados que deixam algo em aberto para os outros episódios, mas de qualquer forma se resolve na mesma temporada.
Isso é o que eu quero dizer. A parte boa dos seriados e o motivo pelo qual ele nos dá tanta satisfação é a maneira com que fecham tudo... todas as pontas da estória...
Como seria bom se, em nossa vida, conseguissemos aparar todas as arestas de uma etapa da nossa vida, antes de começar outra.
Como seria bom se consguissemos resolver tudo no espaço de uma semana. Teríamos novos problemas, mas os da semana passada não importariam mais.
Por outro lado, quantas pessoas ficariam na temporada anterior? Quantas reprises teriamos que fazer para as pessoas que querem assistir a um episódio antigo?
Finalmente quando terminasse, enfim, o seriado, seriamos apenas lembranças... e alguns estariam presos a personagens para sempre... E prisioneiros, não da nossa própria fantasia, mas de outras pessoas que escreveram o roteiro de nossa vida.

2 comentários:

Felipe Basso disse...

Acredito que se fosse um seriado, ainda assim, gauches que somos, misturaríamos os personagens, alteraríamos o roteiro. Até onde sei, eu misturaria os seriados, pois minha vida não é um seriado, mas sim a reunião de Cheers, de Friends, de Two and a Half Man, de House, de Law & Order, de Brothers & Sisters, de Every Body Loves Raymond, etc, etc, etc

Beth Matos disse...

Interessante esse seu post, adoro seriados, se nossa vida fosse um seria uma comédia, uma aventura, um drama, tudo de uma só vez, incrivel a síntese que vc fez e o comparativo com a vida real, parabéns, viu???
Beijos =)