terça-feira, 13 de novembro de 2007

TERÇA

HISTÓRIA
(PAGAMENTO)

Dizia-se que quando algo era oferecido de bom grado, um jantar por exemplo, e alguém faizia desfeita, o convidado costumava fazer um pagamento. Era uma ofensa ao anfitrião, que aceitava o pagamento, embora ficasse desgostoso. Mesmo com o pagamento, costumava-se, pro educação, convidar e retribuir o convite. Nesse momento, o primeiro anfitrião, devolvia, exatamente o mesmo dinheiro, para desgosto do primeiro convidado. Sendo assim, ele pagava a ofensa com a mesma moeda.

NOTÍCIA
(Aposentados)

O Governo deve fazer uma cruzada para rever aposentadorias por invalidez. Acontece que grande parte dos inválidos acaba por seguir trabalhando em outros empregos informais. Algumas associações de aposentados prometem reagir a iniciativa do governo.

DA REDAÇÃO
(Absurdo)

Deixa eu entender direito... Quer dizer que as associações de aposentados querem lutar pelo direito de seus associados continuarem burlando a lei? É isso? Ah Tá! Agora entendi... Quer dizer que a pessoa tem que estar aposentada por não ter condições de trabalhar e ainda assim ter o direito de seguir fazendo um serviço extra, sem pagar um centavo de imposto e ainda assim ter o carimbo de incapaz para o serviço e por isso estando aposentado. Muitas vezes aos 20, 21 anos. Acho que a iniciativa do governo é uma grande sacada.. Agora Lei para um, é lei para todos. Um certo torneiro mecânico, aposentado por invalidez, exerce importante função no País. E ao que me consta, apesar da minha opinião, ele não é incapaz.

6 comentários:

Carlos Mota disse...

Eis a quetão!!!! Perdeu a metade do dedo mínimo e aposentou-se por invalidêz. Se tivesse solicitado aposentadoria por invalidez mental, talvez estivesse aposentado há muito mais tempo. Aliás, os eleitores dele também.

Tiago Paixão disse...

Tome Raiva... Tome mota

A Menina Ruiva disse...

Aposentados por invalidez e trabalhando, muitos doentes de verdade precisam trabalhar, pq o Governo acha que eles ainda podem.
Estariam esses doentes de verdade sustentando os "inválidos"?
Que pergunta besta! ¬¬

Tiago Paixão disse...

Besta é ter que fazer a pergunta

Tiago Paixão disse...

Pra constar... não achei tua colocação besta... sim a situação que faz a gente ter que refletir dessa forma... é DOSE

A Menina Ruiva disse...

Exatamente.