sexta-feira, 23 de novembro de 2007

SEXTA

HISTÓRIA
(Passarinho)

Enquanto eu me concentro no desafio mais complicado que já enfrentei (do secretário de obras do Município de Porto Alegre, Maurício Dizderick), eu explico hoje porque o Frango a Passarinho se chama Frango a passarinho. O prato deve ser preparado com cortes muito pequenos de frango. A receita tradicional, recomenda 32 pedaços, o que faz com que os cortes sejam bastante pequenos, assemelhando o frango a um passarinho. Há quem diga que são tão pequenos que um passarinho poderia comer.

NOTÍCIAS
(Meu Deus)

A britânica Sarah Carmen, 24 anos, que sofre de uma síndrome rara, tem 200 orgasmos por dia, ou seja, um a cada sete minutos. Em entrevista ao jornal News of the World, ela contou que qualquer coisa a faz chegar ao clímax, como o barulho do trem, ou o som do secador de cabelo. Ela sofre da Síndrome de Excitação Sexual Persistente, que leva ao aumento do fluxo sanguíneo para os órgãos sexuais causando excitação por grandes períodos, mesmo sem que haja estímulo sexual.

DA REDAÇÃO
(Meu Deus)

Não sei se essa mulher é feliz ou não. Sinceramente. Imagina ela no cinema... qualquer coisa, a coitada começa a gritar. Ou então, ela no batizado do filho? Eu tenho pena também do namorado da moça... Quer dizer... Pra que ele está lá? Sinceramente... deve até perder a graça. Imagina a coitada, ao ser servida com Frango a passarinho... são 32 pedaços... cada um orgasmo. Coitada... coitada...

6 comentários:

Fernanda Rafaeli Gomes disse...

Coitada que nada!
A britânica deve é ser a mulher mais feliz do mundo! Auto suficiente! Além disso, o orgasmo não necessariamente leva aos gritos...

Bom fim de semana aos leitores!!!

Tiago Paixão disse...

Fê... Sem dúvida que nem sempre leva aos gritos... mas ... de qualquer forma... não creio que ela seja feliz... sinceramente... especialmente pq ela não tem o melhor... o carinho... o antes... o depois...

A Menina Ruiva disse...

Coitada da Sarah.

Homem do Contra disse...

E eu esperando o retorno do assunto ao Secretário de Obras...

Carlos Mota disse...

Imagina esta mulher, coitada, presente a um sepultamento. Na hora de encomendar o corpo, um ai, ui; na hora de fechar o caixão, outro ai, ui; na hora de carregar o defunto, mais ai, ui. Na hora de baixar o caixão na sepultura, um "oh! my god! Yes! Yes!

Isto me lembra a histórinha do casal de portugueses que, na lua-de-mel, teve um diálogo mais ou menos assim, quando faziam amor.
A Maria, gemia muito alto, o que fez o Manoel perguntar:
- Estás gozando, Maria???
- Não, Manoel, estou levando a sério!!!!

Nina 512 disse...

...

huahuahuahuahua

o comentario do Mota foi o melhor

ai meu pai... só ele mesmo!
sahushauh


enfim, achei bastante interessante os 2 fatos. não sabia essa do frango a passarinho, e nem cogitava a idéia de ter uma doença assim. é, acho que não deve ser muito legal...

tudo de mais faz mal, literalmente!





bjox x x