terça-feira, 11 de setembro de 2007

TERÇA

HISTÓRIA
(Genocídio)

Um dos maiores genocídios da história foi a Inquisição. Um dos responsáveis foi o Inquisidor Geral da Espanha Tomás de Torquemada. Isso foi no século XV e aqui vão as recomendações do inquisidor para se vigiar os vizinhos:// Se você observar que seus vizinhos estão vestindo roupas limpas e coloridas no sábado, eles são judeus. - Se eles limpam suas casas na sexta-feira e acendem velas bem mais cedo do que o normal naquela noite, eles são judeus.- Se eles comem pão ázimo e iniciam sua refeição com aipo e alface durante a Semana Santa, eles são judeus. - Se eles recitam suas preces diante de um muro, inclinando-se para frente e para trás, eles são judeus.

NOTÍCIA
(Vítima)

O presidente o Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), divulgou ontem em seu site pessoal da Casa um artigo em que reafirma sua inocência e se diz vítima de "excessos da democracia". Calheiros será julgado por seus pares nesta quarta-feira, em sessão fechada, por quebra de decoro parlamentar depois de suspeitas de ter tido suas contas pagas por um lobista da construtora Mendes Júnior.

DA REDAÇÃO
(11 de setembro)

Dizem que hoje é o dia do terrorismo. O Lugar Comum é falar sobre o atentado nos Estados Unidos. Eu, no entanto, estou falando do Terrorismo no Brasil e no Mundo. Infelizmente, o Terror não é algo novo.

2 comentários:

Carlos Mota disse...

Putz!, cara! Ainda ontem assistí a um debate na TV em que falaram de Hitler. Deram um dado não contado pela imprensa. Napoleão matou muito mais gente do que Hitler. Falam no massacre de Nagazaki e Hiroshima, mas não falam na invasão da Polônia. É, a história sempre é contada sob a visão do vencedor!!!

Tiago Paixão disse...

Comentário sobre o comentário do Mota:

Napoleão é um cara completamente injustiçado pela história... Há correntes históricas que declaram que ele não foi o tirano que todos imaginam... Um dos grandes erros do Napoleão foi se revoltar contra os estados Papais....
Em nenhum momento Napo falou em limpeza étnica, coisa que outros tiranos fizeram (tenho certa intimidade por ser a reencarnação dele - hehehe). Napolão, na realidade, tinha deferencas políticas em relação a estados bastante militarizados. Era um representante da Burguesia que tomou conta da França depois da revolução Francesa. Não foi diferente do que acontece na revolução americana que ninguém considera um genocídio.