quarta-feira, 15 de agosto de 2007

QUARTA




HISTÓRIA

(Fazer o que?)


A definição se tornou famosa após a proibição ter sido adotada nos Estados Unidos em 1919. Estabelecida pela 18a Emenda a Constituição, que entrou em vigor em 16 de janeiro de 1920, seu cumprimento foi burlado amplamente pelo contrabando e fabrico clandestino. Foi abolida em 5 de dezembro de 1933.
Durou 13 anos, 11 meses e 24 dias. Algumas cidades, no entanto, tem liberdade para legislar sobre a venda de bebidas. A cidade de Lynchburg no Tenessee, por exemplo, não permite o consumo de bebidas alcóolicas. Acontece que nessa cidade é fabricado o uísque Jack Daniels.


NOTÍCIA:

(Será que isso funciona?)


O Iluminado secretário da segurança Francisco Malmann, o mesmo que determinou que antes de cada expediente seja realizada uma oração, agora está em uma verdadeira cruzada pela lei seca no estado. A iniciativa do secretário já vem rendendo vários comentários e algumas decisões. As câmaras de vereadores de alguns municípios já estão decidindo sobre a matéria. No entanto, os sindicatos patronais de bares, restaurantes e assemelhados já comunicaram que caso a lei prospere, haverá demissões em massa.


DA REDAÇÃO:

(de um redator bêbado e zangado)


O Iluminado secretário não tem realmente noção de como acontecem as coisas fora das igrejas e dos templos. De fato a bebida contribui para o aumento da criminalidade, no entanto, a bebida nem sempre é vendida em bares ou restaurantes organizados. Normalmente são vendidos em supermercados, naquelas tradicionais garrafinhas de plástico. Agora uma pergunta: Os patrões já avisaram que vão demitir funcionários de bares, atendentes, garcons etc... Quem será que vai absorver essa mão de obra? Será que não vai ser a industria da droga? Aquela que mais cresce no Brasil e que dá risada do Iluminado?

3 comentários:

Carlos Mota disse...

Como diria um alcoólatra americano, "Está Mall Man!"

Anônimo disse...

rezando se resolve o problema da seguranca. abraco, nelson.

Ollie disse...

Claro, claro... a única fonte de mal do mundo é o álcool. Inclusive eu me transformo numa pessoa muito perversa com umas doses de vinho a mais.