segunda-feira, 25 de junho de 2007

A Maçã e a Mulher....

Há poucos dias eu recebi uma sugestão de uma amiga... Porque você não escreve sobre algo que tu conhece bem: As mulheres... Eu acho que não poderia ter recebido um elogio melhor... Ela chegou a me mandar alguns mails sobre as mulheres... chorei de rir com alguns... mas sinceramente mulher pra mim é coisa séria... Especialmente a minha... Quem me conhece sabe que sou um homem de uma só mulher (escrevo mais sobre isso ainda)... Bueno... mas as mulheres... o que sei sobre elas...
Eu poderia falar sobre a leveza... os passos sutís, o caminhar....
Eu poderia falar sobre os beijos.... Os lábios, o toque... o amor consumado...
Poderia falar sobre a delicadeza... sobre como elas são irritantemente lindas...
Poderia falar sobre as formas doces que elas tem de nos dizer SIM e NÃO....
Se eu fosse falar sobre o corpo então... Meu Deus... faltaria espaço....
Resolvi falar sobre as maçãs... Sim as maçãs... Aquelas lindas... vemelhas.... provocam desejo....
Pense em como se escolhe uma maçã... A mais vermelha.... a mais redonda... as vezes a maior... as vezes a menor... que cabe na nossa mão... Procuramos aquela sem nenhuma marca... sem nenhum machucado... mas ao chegarmos em casa, se encontramos algum, não descartamos a maçã... procuramos cortar, tirar o machucado e saborearmos o resto... sem culpa... sem pecado...
As vezes, estamos escolhendo as maçãs e várias vezes, a mesma maçã cai na nossa mão.... descartamos ela e ela volta.... ao que me leva chegar a conclusão que as maçãs nos escolhem, não nós a elas...
Fico furioso quando dizem que a maçã, junto com a mulher é o símbolo do pecado... Quem inventou isso não entendia nada de maçãs.... muito menos de mulheres.... Pecado é ficarmos sem elas... as maçãs e as mulheres.... Afinal, elas também nos escolhem... As mulheres... e mesmo que tenhamos algum machucado... elas nos curam... mas quem saboreia... somos nós... a divina companhia que elas nos proporcionam.

3 comentários:

Taíse Pereira disse...

Parabéns, Tiago! Adorei o texto.

Bárbara disse...

Ah, a maçãs ....todas deveriam ter o memso significado e a mesma importância!

Ollie disse...

Sabe que eu sempre pensei que eu era mulher de escolher, não de ser escolhida? Desde que eu passei a ficar antes-só-do-que-acompanhada-de-outro-senão-aquele-que-eu-quero, há uns... 9 anos mais ou menos.
Pena que, hoje em dia, poucas mulheres têm esse pensamento, e poucos homens têm esse seu. Talvez daí as coisas estejam tão vazias ultimamente.