segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

SEGUNDA

HISTÓRIA
(A Voz)

Louis Armstrong (Nova Orleans, 4 de agosto de 1901 — Nova Iorque, 6 de julho de 1971), (também conhecido pelos apelidos de Satchmo e Pops) é considerado "a personificação do jazz”. Com sua voz e sua personalidade indiscutivelmente inconfundíveis e até hoje conhecidas até por aqueles que não são aficcionados por jazz, Louis Armstrong é um dos maiores expoentes do Jazz tanto como cantor quanto por primeiro grande solista, com seu trompete. Armstrong se casou, ao todo, quatro vezes. A primeira delas aos 17 anos com uma prostituta de Louisiana. Mas a sua quarta esposa, Lucille, foi a mulher de sua vida.
(Fonte Wikipédia)


NOTÍCIA
(Saúde)

O estado de saúde do Prêmio Nobel de Literatura José Saramago evolui de forma positiva, avaliou sua esposa Pilar del Río. Em novembro, ele teve uma pneumonia que se agravou por uma insuficiência respiratória.

DA REDAÇÃO
(Anjo)

Acho que se Deus tiver uma voz, será a do Louis Armstrong. Uma voz grave, uma voz firme e ao mesmo tempo terna a doce. Armstrong é um exemplo de músico e de cidadão que conseguiu dar a volta por cima. Detido a um reformatório enquanto criança, ele deu a volta por cima e conseguiu ser um exemplo de músico e de cidadão. Riu das convenções ao amar e tomar por esposa prostituras e moças de pouca virtude. Em resumo ele é o cara.

2 comentários:

Homem do Contra disse...

Entretanto, se Saramago tiver que contar com Deus, não sei como vai ser, pois é um reconhecido Ateu.

Tiago Paixão disse...

RÊ RÊ RÊ RÊ!!!!