sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

SEXTA

HISTÓRIA
(Cuba)

A combinação de rum, Coca-Cola e uma rodela de limão surgiu no início do século 20, durante a Guerra Hispano-Americana. O conflito resultou na independência de Cuba de sua metrópole, Espanha. Na disputa, os cubanos contaram com o apoio dos EUA, que acabou invadindo o país anos depois. A fábrica de rum Bacardi menciona que, de acordo com os relatos feitos pelo mensageiro Fausto Rodriguez, os soldados pertencentes ao Corpo do Exército Notável norte-americano saíram para beber em um dia de folga. Um capitão pediu a mistura e bebeu com tanto vigor que provocou vontade nos companheiros. Todos pediram uma rodada, brindando à independência com um sonoro ?Por La Cuba Libre!? (Pela Cuba livre!). O drinque se popularizou graças a uma canção chamada Rum e Coca-Cola gravada pelo grupo Andrews Sisters em 1945. FONTE(*Guia dos Curiosos, wikipedia)

NOTÍCIA
(Viva la democracia)

Na noite de ontem, Hugo Chavez informou que atendendo a vontade popular, ele se afastara do governo ao termino de seus mandato em 2013. O presidente Venezuelano informou ainda que está desapontado e triste com o povo da Venezuela. A oposição encara a declaração como a preparação para um golpe.

DA REDAÇÃO
(Alerta)

O pior tipo de ditadura é aquela institucionalizada. Entendamos que o Sr. Chavez não tomou um unica decisão que não fosse baseada na constituição de seu país. O problema, é que ele moldou a constituição a seu favor. O populismo é uma ditadura mais perigosa do que a violência. A violência provoca reação, já a populista, transforma ditadores em mártires e heróis. Entenda que alguém que ousar contestar o Bolsa Família será violentamente execrado. Lembrem-se: O papel aceita tudo... infelizmente, o povo também.

6 comentários:

Carlos Mota disse...

Chavez, Evo Morales, Bachelet, Fidel, Raul Castro e até o Lula são doidos de varrer!!! O mundo não precisa destes malucos!!!

Tiago Paixão disse...

É ... não concordo com a Bati Lee no meio dessa galera... mas ... cada um é responsável pelo que diz.

Homem do Contra disse...

Bati Lee, te cuida merrmão!

Hoje eu bato palmas. A ditadura do populismo é, sem sombra de dúvidas a mais perigosa.

Tão perigosa que nem o tempo, as vezes, é suficiente para fazer com que a verdade se torne consenso.

A verdade, acontecida a duas ou três gerações, escancarada pelos fatos, mas que ainda não habita o senso comum é a nossa experiência populista maior: o reinado FASCÍNORA de Getúlio Vargas.

Tiago Paixão disse...

Comé mermo o nome do truta??

Sobre o GG, entendo a comparação, no entanto, gostaria apenas de colocar que a opção ao GG era meio complicada também... o Sr. Lacerda, pra mim (opinião pessoal) um câncer que viveu no Brasil.
Concordo que atrocidades foram feitas pelo "Velho" no entanto, não sei o que poderia ter sido...

Homem do Contra disse...

"O Velho" pro Homem do Contra era o Prestes!

Tiago Paixão disse...

Se permite vou cantar:

"Bota o retrato do Velho denovo"
"Bota no mesmo lugar"
"Bota o retrato do Velho denovo"
"Bota no mesmo lugar"
"O sorriso do Velinho"
"Faz a gente trabalhar"

Campanha de 1952... Mas tu não precisava saber disso!